Publicado Em: qui, mar 1st, 2018

Carpegiani lamenta empate do Flamengo com River Plate: ‘Sabor de derrota’

52O técnico Paulo Cezar Carpegiani lamentou o empate de 2 a 2 do Flamengo com o River Plate. O duelo marcou a estreia dos dois times na Taça Libertadores da América na noite da última quarta-feira (28), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O Rubro-negro carioca vencia o jogo, por 2 a 1, até os 41 minutos do segundo tempo, quando o lateral Maydana igualou o placar.

“Resultado com sabor de derrota. Temos que buscar fora e não existe outro resultado diante do Emelec que não seja a vitória. Vamos tratar de unir forças. Temos um jogo só diante da nossa torcida. Não vejo diferença jogar dentro ou fora de casa. É o que eu cobro deles”, disse o treinador.

O Flamengo volta a jogar na Libertadores na quarta-feira do dia 14 de março, contra o Emelec, pela segunda rodada do Grupo 4. O jogo será no Equador. A partida contra o River aconteceu com os portões fechados, devido a punição imposta ao clube carioca pela Conmebol, devido aos problemas com a torcida rubro-negra na final da Copa Sul-Americana do ano passado. Carpegiani disse que a ausência dos torcedores fez a diferença no ânimo dos jogadores.

“Jogar sem público é lamentável. Somos um boing e o combustível, que é a nossa torcida, não esteve presente. Fizemos um primeiro tempo muito disputado, peleado, tivemos algumas ações da arbitragem fundamentais para o andamento do jogo. Não se pode errar em uma competição tão importante em um impedimento claríssimo como no empate do adversário. No lance que o Réver deu a cabeçada, ouvi o barulho: “Plaf”. São coisas que ocorrem e pagamos o preço”, falou.

O Flamengo volta ao campo neste sábado (3), às 17h, para o clássico contra o Botafogo, pela terceira rodada da Taça Rio, do Campeonato Carioca. Apesar do Rubro-negro ser o mandante, o jogo acontecerá no mesmo Engenhão, casa do Alvinegro carioca.

por Bahia Notícias

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo